Aleitamento.com
AmamentaçãoMãe CangurúCriançasCuidado PaternoHumanização do PartoBancos de Leite Humano Espiritualidade & Saúde DireitosProteçãoPromoçãoILCA / IBCLCConteúdo ExclusivoTV AleitamentoGaleria AMNotíciasEventosSites e BlogsLivrariaCampanhas
 
Faça seu login e utilize ferramentas exclusivas. Se esqueceu a senha, acesse o "cadastre-se" e preencha com seu e-mail.

\ Amamentação \ Alertas \ Artigo

QUEM AMAMENTA NÃO DEVE TOMAR LEITE de VACA

Por: Revista Crescer - Ed.Globo - março/2005

Ainda no peito, seu bebê pode ter alergia ao leite de vaca que você toma

 



 

A amamentação exclusiva no peito materno não elimina a possibilidade de a criança desenvolver uma alergia alimentar. A mais comum é a provocada pelo leite de vaca que a mãe ingere e aparece com mais freqüência até o terceiro mês de vida. O principal sintoma é sangue nas fezes do nenê. Basta suspender o leite e seus derivados para que a reação desapareça em dois ou três dias, sem afetar a alimentação, o sono e a disposição da criança. Mas o sangue nas fezes do bebê costuma assustar os pais. Que o diga a assistente social Inês Melo. "O Rafael tinha 2 meses e estava ótimo quando percebi o sangue numa troca de fralda de madrugada. Liguei na hora para o pediatra", conta Inês, que acabou ficando três meses sem tomar leite. Comum também em crianças mais velhas, a alergia ao leite de vaca nos bebês que ainda só mamam no peito é mesmo surpreendente. "Ninguém sabe por que, mas proteínas do leite - que deveriam ser digeridas - às vezes aparecem inteiras no leite da mãe", diz o pediatra gastroenterologista Mauro Batista de Morais, da Unifesp. Quando essas proteínas desencadeiam uma reação do sistema imunológico do nenê, ocorre uma inflamação na parte final do intestino. É essa a origem do sangue nas fezes.

Mais de meio litro

A mãe deve passar um tempo sem ingerir alimentos lácteos e, sob orientação do pediatra, testar periodicamente sua reintrodução na dieta, pois a manifestação alérgica pode ser temporária. "Já observamos que é freqüente a reação acontecer em fases em que a mãe apresenta um alto consumo de leite de vaca, acima de meio litro por dia", diz a nutricionista Gabriela Ackel Corradi, da Unidade de Alergia e Imunologia do Hospital das Clínicas de São Paulo. Portanto, retomar o consumo de forma mais moderada pode resolver de vez o problema.

 
 


Última atualização: 25/4/2011

 

Curtir

Comentários


Essa é uma área colaborativa, por isso, não nos responsabilizamos pelo conteúdo. Leia nossa Política de Moderação.
Caso ocorra alguma irregularidade, mande-nos uma mensagem.

 

Depoimentos

Gostou do site? Ele te auxiliou em algum momento? Deixe seu depoimento, assine nosso livro de visitas! Clique aqui.

Quem Somos | Serviços | Como Apoiar | Parceiros | Cadastre-se | Política de Privacidade/Cookie/Moderação | Fale Conosco
O nosso portal possui anúncios de terceiros. Não controlamos o conteúdo de tais anúncios e o nosso conteúdo editorial é livre de qualquer influência comercial.
Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência. Ao navegar no mesmo, está a consentir a sua utilização. Caso pretenda saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade/Cookie.
24 Ano no ar ! On-line desde de 31 de julho de 1996 - Desenvolvido por FW2 Agência Digital