Aleitamento.com
AmamentaçãoMãe CangurúCriançasCuidado PaternoHumanização do PartoBancos de Leite Humano Espiritualidade & Saúde DireitosProteçãoPromoçãoILCA / IBCLCConteúdo ExclusivoTV AleitamentoGaleria AMNotíciasEventosSites e BlogsLivrariaCampanhas
 
Faça seu login e utilize ferramentas exclusivas. Se esqueceu a senha, acesse o "cadastre-se" e preencha com seu e-mail.

LEITE MATERNO: INIMITÁVEL - Entrevista com uma autoridade internacional

Por: Dra. Gro Nylander

 

 

 

O LEITE MATERNO É UM "ANTIBIÓTICO" NATURAL E UMA SUPER VACINA

Entrevista da Dra. Gro Nylander, médica da Noruega, onde 98% dos recém nascidos são amamentados e 80% continuam no peito até completarem 6 meses. Um país que as práticas hospitalares estimulam o aleitamento, as mulheres gozam de 10 meses de licença maternidade com tudo pago e as nutrizes trabalhadoras tem um descanso de 2 horas em seu turno de trabalho para amamentar.

 

"Deixemos de lado minha idade... Sou mãe de 4 filhos que estão na casa dos 30 anos e avó de 4 netos. Estou casada. Sou norueguesa e vivo em Oslo. Sou obstetra do Hospital da Universidade de Oslo, Diretora do Centro Nacional de Aleitamento Materno, o primeiro do mundo. Promovo a amamentação: que traz benefícios sem fim !"

Víctor-M. Amela – La Vanguardia, Espanha faz as perguntas.

O que tem no leite materno que não tem nos outros leites ?

- é a embalagem mais bela do mundo...

Totalmente de acordo!

- ...e milhares de benefícios para a saúde do bebê e da mulher.

Milhares ?

- são os já confirmados por estudos científicos... porém, cada dia descobrimos alguma nova vantagem do aleitamento materno ! E tanto para o bebê como para a mãe.

Qual a vantagem mais principal ?

- é uma vacina natural ! Os anticorpos que a mãe possui passa com seu leite ao bebê que mama; assim o lactente fica imunizado contra os germens do ambiente materno !

E o bebê adoece menos ?

- Sim: sofre menos infecções. Veja, há pouco tempo em Oslo, houve uma epidemia de diarréia entre crianças de 4 anos; descobrimos que era causada por um vírus, freqüente no Paquistão, e não respondia a nenhum tratamento...

As crianças não tinham defesa, deduzo.

- Então nos ocorreu dar-lhes leite materno de uma mulher do Paquistão: se curarão !

Bravo ! Há algum leite que imita o leite materno, que possa substituí-lo ?

- Estes leites artificiais – está vedado chamá-los de "maternizados": é publicidade enganosa ! São cada dia melhores, porém estão a anos-luz dos benefícios do leite materno.

Continue enumerando-os, por favor.

- A mortalidade infantil no primeiro ano de vida é muito inferior entre os bebês com aleitamento natural. E há menos casos de morte súbita.

Por que ?

- Provavelmente porque estão mais blindados contra infecções respiratórias.

Mais sadios ?

- Sofrem menos de anemias: o ferro do leite materno é totalmente absorvido, e os das fórmulas infantis são mal absorvidos.

Como isto afeta o crescimento da criança ?

- Temos constatado que os adolescentes que foram amamentados quando bebês são menos propensos a obesidade que outros.

Curioso...

- Muito importante: a obesidade mata hoje mais gente que a fome em todo o mundo !

E a amamentação afeta de algum modo o desenvolvimento intelectual do bebê ?

- Sim. A grande riqueza em ácidos graxos de cadeia longa (ômega-3) que contém no leite materno favorece o desenvolvimento do cérebro. O QI (quociente intelectual) dessas crianças supera de 5 à 10 pontos o dos outros.

Tudo é benéfico !

- O desenvolvimento psicomotor também melhora graças ao leite materno. E o emocional, graças ao contato físico, o pele-a-pele...

E quanto tempo convém dar de mamar para usufruir de todos estas vantagens ?

- Durante os primeiros 6 meses convém dar só peito. E durante os 6 meses seguintes, peito mais outros alimentos.

E já temos o bebê com 1 aninho.

- A OMS aconselha seguir dando o peito até 2 anos ou mais. Os indígenas e outros povos primitivos prolongam a amamentação até 3 ou 4 anos. Esto seria o natural !

Tanto ?

- Já me advertiram que afirmar isto na Espanha é quase um tabu... Essas crianças quase não adoecem, não necessitam de antibióticos: o leite materno é seu antibiótico natural ! Sem falar da riquíssima absorção de suas proteínas.

Porém... a criança não morderá esse peito ?

- Caso o faça, deve-se aperta-lo contra o peito: é impossível morder com a boca cheia.. ! Porém a criança está feliz e não morde.

Que conselho daria à uma mãe de primeira viagem para dar corretamente o peito?

- Assim que o bebê nasça, que o coloque entre as mamas e o deixem com ela. Esse bebê cheira, busca, se aproxima do peito e, antes de uma hora, já está mamando !

Assim tão fácil ?

- Claro ! É um instinto de busca derivado de milhões de anos de seleção natural... E temos comprovado que quantas mais horas prorrogarmos em oferecer o peito ao bebê..., pior: mais reflexos haverá perdido, mais lento e esgotado estará e mais lhe custará começar a mamar.

O que pode desesperar a mãe que amamenta...

- Não há que apressa-la, nem ela ou seu bebê. Calma ! E que nem ela – nem ninguém – esfregue ou aperte com os dedos os mamilos para prepará-los ! É um erro: só a boca do bebê deve tocar os bicos dos seios. A mãe deve ficar somente com o bebê, e deixar que o bebê busque...

Tranqüilamente.

- Sim. Ah: e que ninguém lhe dê mamadeira.

Por que não ?

- Sugar um bico de mamadeira é como sugar um espaqueti, e sugar um peito é como meter na boca um hambúrguer. Se acostumas o bebê à mamadeira, logo lhe custará mais sugar bem o peito.

A aréola ?

- Para que a sucção seja correta, a boca do bebê deve abarcar não somente o mamilo, senão também parte do peito – a aréola.

E não faz cair as mamas ?

- Não ! A queda do peito é derivada do aumento durante a gravidez e logo desincham: nada tem a ver com o aleitamento.

Ainda assim, há mulheres que preferem evitar a dependência pessoal da amamentação...

- Pois lhes darei outro dado: para cada ano que a mulher dá de mamar, reduz em uns 4,6% seus risco de sofrer de câncer de mama ! Que é o câncer que mais mata mulheres na Espanha...

Se eu fosse mulher e mãe, não duvidaria...

- Pois é, além do que afastaria osteoporose na velhice: hoje sabemos que dar de mamar renova o cálcio do esqueleto e o reforça.

E quantas vezes ao dia deve-se dar o peito ?

- Toda vez que o bebê desejar. É o ideal: os peitos adeguam sua produção de leite à demanda. E é servido na temperatura ideal.

 

Tradução de Marcus Renato de Carvalho – exclusivo para o www.aleitamento.com

 


Última atualização: 12/5/2011

 

Curtir

Comentários


Essa é uma área colaborativa, por isso, não nos responsabilizamos pelo conteúdo. Leia nossa Política de Moderação.
Caso ocorra alguma irregularidade, mande-nos uma mensagem.

 

Depoimentos

Gostou do site? Ele te auxiliou em algum momento? Deixe seu depoimento, assine nosso livro de visitas! Clique aqui.

Quem Somos | Serviços | Como Apoiar | Parceiros | Cadastre-se | Política de Privacidade/Cookie/Moderação | Fale Conosco
O nosso portal possui anúncios de terceiros. Não controlamos o conteúdo de tais anúncios e o nosso conteúdo editorial é livre de qualquer influência comercial.
Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência. Ao navegar no mesmo, está a consentir a sua utilização. Caso pretenda saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade/Cookie.
23 Ano no ar ! On-line desde de 31 de julho de 1996 - Desenvolvido por FW2 Agência Digital