Aleitamento.com
AmamentaçãoMãe CangurúCriançasCuidado PaternoHumanização do PartoBancos de Leite Humano Espiritualidade & Saúde DireitosProteçãoPromoçãoILCA / IBCLCConteúdo ExclusivoTV AleitamentoGaleria AMNotíciasEventosSites e BlogsLivrariaCampanhas
 
Faça seu login e utilize ferramentas exclusivas. Se esqueceu a senha, acesse o "cadastre-se" e preencha com seu e-mail.

LIVROS de PUERICULTURA para GRÁVIDAS

Por: Ana Souza do site Bolsa de Mulher + Marcus Renato de Carvalho

INFORMAÇÕES para as GESTANTES:

 Separando o joio do trigo

 

 

Livros e DVDs mostram às mães que

gravidez não é tão complicado assim

 

 

Por Ana Souza do Site Bolsa de Mulher • 30/01/2008

 

 

Há cerca de 20 ou 30 anos, "A vida do bebê", do doutor Rinaldo De Lamare era leitura obrigatória para gestantes e mães de primeira (e até segunda!) viagem. Na verdade, por suas práticas recomendações, era considerado um livro de cabeceira, a bíblia dos nenéns. Hoje, já em sua 41ª edição, revisada e ampliada, ele continua agradando a muitos com seus conselhos, mas não é mais unanimidade na hora da escolha. Dezenas, até centenas de outros títulos disputam espaço nas prateleiras das livrarias e já dividem espaço com DVDs.

De obras contendo significado de nomes até as que dão várias razões para não escolher determinada alcunha, tudo pode ser encontrado. Manuais práticos, irônicos, dicas, dúvidas, narrativas de experiências pessoais, técnicas de massagens, maneiras de fazer o bebê sorrir, chorar ou se acalmar, ensiná-lo a nadar ou até estimular sua inteligência precoce: todos estão disponíveis.

 

O texto deve ser claro, escrito em linguagem acessível, traduzindo o ‘mediquês,

e ao mesmo tempo, manter os pais tranqüilos.

Não pode assustar

 

Para quem acha um exagero toda essa amplitude de volumes com tão semelhante tema, fique sabendo que tal preocupação, de tão importante, se tornou uma subespecialidade da pediatria. A puericultura é a área da medicina que estuda os cuidados necessários ao ser humano em desenvolvimento. Ou seja, desde o nascimento até a infância. A denominação pueril vem do latim, e quer dizer infantil.

 

Porém, com tantas opções, como decidir o que ler? O pediatra Marcus Renato de Carvalho, especialista em amamentação, afirma que é essencial abordar os assuntos de maneira leve. "O texto deve ser claro, escrito em linguagem acessível, traduzindo o ‘mediquês, e ao mesmo tempo, manter os pais tranqüilos. Não pode assustar", comenta. Autor de livros e consultor de DVDs sobre gravidez e amamentação, o médico enfatiza também a boa qualidade da produção editorial brasileira. "Há alguns anos, livros americanos eram adquiridos em maior número, mas é necessário observar as diferenças culturais. Nosso catálogo é excelente, não deve ser menosprezado", afirma.

 

Outro tópico mencionado ainda pelo especialista foi a questão dos escritos por pessoas famosas, como atrizes e apresentadoras, narrando suas experiências durante, e logo após a gestação. Sem desmerecê-los, ele afirmou que seu valor é relativo, principalmente no confronto com as obras médicas. "Enquanto os primeiros contam com vivências singulares, os segundos utilizam como base centenas de casos reais", compara. "Podem trazer histórias interessantes, mas que muitas vezes serão diferentes das vividas por outras mães", finaliza. Veja adendo abaixo.

 

A psicóloga Cristina Garcia da Silva concorda. Grávida de cinco meses, ela garante não se interessar por esse tipo de leitura. "Prefiro publicações médicas e científicas. Quero ler autores que tenham o que orientar", explica. Cristina afirma que quando possui alguma dúvida recorre à sua obstetra, e para esclarecimentos mais simples ou conselhos, conversa com as amigas que já passaram pela mesma situação.

Além dos habituais livros, hoje há fontes de consulta como revistas e DVDs para informar, e contar às pessoas sobre as alegrias e agruras de se estar grávida. É imprescindível observar a autoria dos mesmos para checar sua confiabilidade.

 

No caso das revistas, Cristina alerta para outro inconveniente. "Comprei algumas revistas sobre quartos de bebês, mas é um absurdo a quantidade de propagandas existentes. Em uma, os anúncios iam quase até a página 40. Prefiro livros", finaliza.

 

Para não ficar perdida no mar de referências bibliográficas, veja aqui algumas opções para antes, durante e depois de seu parto:


Livros:

 

"A vida do bebê", Rinaldo De Lamare. Editora Ediouro
Ensinamentos e conselhos escritos especialmente para as mães criarem e educarem os seus filhos, desde o primeiro dia de vida os dois anos.

"Em forma com seu bebê", Myrian Clark. Editora Panda Books
Um programa de 12 semanas, acompanhado por médicos, para ser realizado por grávidas e mulheres durante a licença maternidade. Inclui séries de alongamento, musculação e caminhadas orientadas por um professor de educação física especializado na área.

"Shantala, Massagem para bebês", Frederick Leboyer. Editora Ground.
Traz técnicas da massagem.

"Bebê - Manual do proprietário", Louis Borgenicht e Joe Borgenicht. Editora Gente.
Dicas curiosas e bem-humoradas para cuidar de seu recém-nascido

"Gravidez saudável - Guia prático da gestação ao bebê", Dr. Roberto Buenfil de Faria e Dra. Renata Maria Bellizia Scarabichi Faria. Lemos Editorial
Guia de referência e auto-ajuda, composto por tabelas, fotos e ilustrações. Inclui desde esclarecimentos médicos de áreas como ginecologia, obstetrícia, pediatria, anestesiologia e nutrição até dicas simples como a composição do enxoval e exercícios pré-natais e pós-partos.

"Manual do homem para sobreviver à gravidez", Michael Crider. Editora Gente.
Michael relata sua experiência para ajudar pais a passarem pela fase da gravidez e primeiro ano dos filhos.

 

"Gravidez e parto - Dicas e anotações", Vitória Pamplona e Tomás Pinheiro. Editora Mauad.
Primeiro livro-agenda sobre gravidez, pré-natal e parto de autores brasileiros. Além de muitas dicas, deixa espaço para as anotações dos leitores.

 

"Pós-parto e amamentação - Dicas e anotações", Marcus Renato de Carvalho e Vitória Pamplona. Editora Agora
Escrito para complementar o Livro "Gravidez e Parto", é um manual para a segunda metade da gravidez e para depois do parto.

 

"Amamentação - Bases científicas", Marcus Renato de Carvalho e Raquel N. Tamez. Editora Guanabara Koogan.
Análise das vantagens da amamentação, formas de conduzi-la e superar eventuais dificuldades. O que pode interferir e soluções adequadas. É um tratado aprofundado e por isto é dirigido a profissionais de saúde.


DVDs:

"Minha gravidez de 12 meses", Consultoria Dr. Marcus Renato de Carvalho e Ricardo Chaves. Pérola Negra Produções.
Um guia para a mulher com orientações e depoimentos de médicos e profissionais da área de saúde, apresenta o novo conceito da gestação de doze meses.

 

"Meu bebê", Consultoria Dr. Marcus Renato de Carvalho e Dr. Ricardo Ledo Chaves. Pérola Negra Produções
Guia que esclarece muitas dúvidas do dia-a-dia.

 

"Seu bebê sem mistério", Direção Dr. Henrique Lang.
Técnicas e prevenções são alguns dos tópicos abordados. Traz linguagem fácil e dicas práticas.

"Tudo sobre a gravidez - Discovery Channel", documentário dirigido por Joseph Cortina e Mark Poertner.
Visto através de perspectiva do feto, mostra desde o processo de fecundação de um óvulo humano até o momento do nascimento da criança.

"Massagem para bebês - Shantala e Baby Yoga", Consultoria de Cristina Balzano.
Traz técnicas da Shantala, uma prática milenar de massagem voltada aos bebês, e da Baby Yoga, que pode ser praticada a partir do terceiro mês após o parto, junto com o bebê, integrando e harmonizando mãe e filho.


Ana Souza

 

Adendo – Exemplos de livros citados, baseados em experiências únicas:

 

- “Onde vende o Manual?” Coisas que eu não tinha entendido direito sobre gravidez e maternidade da atriz Graziella Moretto.

 

- A atriz Claudia Rodrigues também escreveu um livro. Ao lado da colega e jornalista Andréa Veiga, Claudia relatou sua primeira gravidez em "Mãe na linha".

 

- A Modelo Cynthia Howlett escreveu o livro “Gravidez Saudável”.

 

- O ator Hélio de La Pena também é autor do “Livro do Papai - Como Sobreviver ao seu Bebê”.

 

- "A sinfonia do João" da jornalista Ana Luiza Bueno Uranga.

 

- ...

 

Penso que quanto mais livros, melhor sempre. Contudo, há que se pensar se cada experiência singular pode servir para outras de diferentes classes sociais, culturas, momentos... No caso de serem apenas relatos, ótimo. Mas se pretendem ser “manuais” ou “guias” seria interessante a consultoria de profissionais de saúde especializados.

 

Marcus Renato de Carvalho


 


Última atualização: 10/6/2011

 

Curtir

Comentários


Essa é uma área colaborativa, por isso, não nos responsabilizamos pelo conteúdo. Leia nossa Política de Moderação.
Caso ocorra alguma irregularidade, mande-nos uma mensagem.

 

Depoimentos

Gostou do site? Ele te auxiliou em algum momento? Deixe seu depoimento, assine nosso livro de visitas! Clique aqui.

Quem Somos | Serviços | Como Apoiar | Parceiros | Cadastre-se | Política de Privacidade/Cookie/Moderação | Fale Conosco
O nosso portal possui anúncios de terceiros. Não controlamos o conteúdo de tais anúncios e o nosso conteúdo editorial é livre de qualquer influência comercial.
Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência. Ao navegar no mesmo, está a consentir a sua utilização. Caso pretenda saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade/Cookie.
24 Ano no ar ! On-line desde de 31 de julho de 1996 - Desenvolvido por FW2 Agência Digital