Aleitamento.com
AmamentaçãoMãe CangurúCriançasCuidado PaternoHumanização do PartoBancos de Leite Humano Espiritualidade & Saúde DireitosProteçãoPromoçãoILCA / IBCLCConteúdo ExclusivoTV AleitamentoGaleria AMNotíciasEventosSites e BlogsLivrariaCampanhas
 
Faça seu login e utilize ferramentas exclusivas. Se esqueceu a senha, acesse o "cadastre-se" e preencha com seu e-mail.

Encontro EMERGÊNCIAS debate temas contemporâneos: O SISTEMA OBSTÉTRICO brasileiro

Por: Prof. Marcus Renato de Carvalho, IBCLC, UFRJ

 /

Encontro Emergências debate temas contemporâneos

                     Pensar a cultura como ativadora de processos na conquista de direitos civis, políticos, sociais, econômicos e ambientais. Esse é o objetivo central do Emergências, projeto realizado pelo Ministério da Cultura (MinC), por meio da Secretaria da Cidadania e da Diversidade Cultural (SCDC), que reunirá pensadores, ativistas, artistas, produtores culturais, gestores e agentes políticos. De 7 a 13 de dezembro na cidade do Rio de Janeiro, em Niterói e na Baixada Fluminense. 

O evento, que tem como anfitrião o ministro da Cultura, Juca Ferreira, contará com a presença de, entre outros, o cantor, compositor, ex-ministro da Cultura e ativista digital Gilberto Gil; o americano Lawrence Lessig, um dos maiores defensores da internet livre; a advogada e ex-senadora da Colômbia Piedad Córdoba; a filósofa, artista e feminista Márcia Tiburi; o escritor e roteirista Gregorio Duvivier, um dos criadores do Porta dos Fundos; e a senadora uruguaia Constanza Moreira.
 
Para falar sobre a busca pela transparência na indústria da música na era digital, foi confirmada a participação do britânico Peter Jenner. Para falar sobre a área de segurança pública, estará Luiz Eduardo Soares, um dos maiores especialistas brasileiros no tema. Os deputados federais Jandira Feghali (PCdoB-RJ) e Jean Wyllys (Psol-RJ) também estarão no evento. Outros convidados são o diretor da Spcine, Alfredo Manevy; a coordenadora da Aliança pela Água, a arquiteta e urbanista Maru Whately; o secretário Geral da Junta Nacional de Drogas do Uruguai, Milton Romani; a grafiteira e ativista artística Panmela Castro; e o líder indígena, ambientalista e escritor Ailton Krenak. 
 
Por que Emergências?
 
O nome do evento remete a dois sentidos da palavra. De um lado, o sentido de urgência, associado a uma necessidade imediata de ações de enfrentamento dos retrocessos no campo dos direitos culturais e no conjunto dos direitos humanos. De outro lado, a palavra emergências faz referência ao que emerge, ao surgimento de um novo contexto social, cultural, político e econômico. Um contexto que surge aliado à mudança tecnológica e às comunicações, que viabiliza novos territórios culturais, novas modalidades de organização social e um novo mundo no campo da informação.
 
Programação
 
A programação será composta de uma grande variedade de atividades, como percursos culturais, debates, encontros, oficinas e atividades com autogestão. Dentre os temas de debates estão o contexto político do Brasil; os feminismos; a relação entre Cultura e cidade; as culturas indígenas; a revolução comunicacional e a nova ecologia das mídias; a internet como espaço público; a crise migratória e a interação entre as culturas; as estéticas emergentes, arte e diversidade; o aquecimento global; as intolerâncias religiosas; as fissuras no capital e os novos caminhos econômicos; a política de drogas e a relação com o extermínio da juventude negra.

 

 O sistema obstétrico brasileiro é uma EMERGÊNCIA

 

O Brasil é o número 1 em cesáreas no mundo. O evento nascimento se tornou algo mecânico e mercantilizado, feito em série, que torna o médico o único responsável pelo nascimento dos nossos filhos. A violência obstétrica já começa na primeira consulta de pré-natal, onde não é apresentada as possibilidades de um parto natural, e sim já é marcado ali a data do procedimento cirúrgico. Isso quando não trata-se de um parto normal, mas cheio de intervenções desnecessárias. Precisamos retomar a autonomia sobre os nossos corpos, alcançar o empoderamento através de informação.

Para isso o #Emergências preparou uma programação com cinco mesas para esclarecer e aprofundar no tema, com importantes nomes do ativismo pela assistência ao parto, confira:

 

09.12

 10h -12h - PALESTRA: O Início do Movimento Pela Assistência Ao Parto No Brasil

Participante: - Fadynha - Primeira Doula do Brasil. Apresentação do histórico do movimento pela assistência ao parto no Brasil e o atual contexto.

 

09.12 - 16h - 18h - RODA: A Assistência Ao Parto E As Evidências Científicas

Participantes: - Edymara Medina - enfermeira obstétrica - Roberta Calábria - doula e representante da Artemis.

Nessa mesa vamos abordar o que as evidências cientificas e a Organização Mundial de Saúde apontam em relação as práticas mais saudáveis, tanto pra mãe quanto para o bebê.

 

10.12

10h - 12h - PALESTRA: A Paternidade na Maternidade

Participante: - Marcus Renato - médico especialista em amamentação. Abordagem: sobre o papel do homem e do pai no processo.

10.12 –

16h - 18h -

RODA: Políticas Públicas de Assistência Ao Parto Participantes: - Roberta Calábria - doula e representante da Artemis - Thamis Dalsenter - Professora de Direito da PUC Apresentação do Projeto de Lei que tramita no Congresso Nacional pelo Deputado Federal Jean Wyllys e o qual é o atual contexto da tramitação, projeto elaborado com parceria da Artemis. Estará presente também o grupo de estudos sobre violência obstétrica coordenado pela professora de direito da PUC, Thamis Dalsenter. A ideia é saímos com um esboço de projeto de lei que pune profissionais que pratiquem a violência obstétrica.

 

11.12 –

10h - 12 - PALESTRA: Amamentação: Direito feminino/feminista?

Participante: Marcus Renato - médico especialista em amamentação. Debate sobre a amamentação como direito da mulher. Editor do www.aleitamento.com

 

Essas pautas não se restringem a pessoas envolvidas na área da saúde, é uma luta feminista, fundamental, o respeito pelo processo fisiológico dos nossos corpos.

 

Local: Fundição Progresso - Rua dos Arcos, 24. Rio de Janeiro, RJ – Brasil

+ Informações e inscrições: http://emergencias.cultura.gov.br

 

 


  


Última atualização: 10/12/2015

 

Curtir

Comentários


Essa é uma área colaborativa, por isso, não nos responsabilizamos pelo conteúdo. Leia nossa Política de Moderação.
Caso ocorra alguma irregularidade, mande-nos uma mensagem.

 

Depoimentos

Gostou do site? Ele te auxiliou em algum momento? Deixe seu depoimento, assine nosso livro de visitas! Clique aqui.

Quem Somos | Serviços | Como Apoiar | Parceiros | Cadastre-se | Política de Privacidade/Cookie/Moderação | Fale Conosco
O nosso portal possui anúncios de terceiros. Não controlamos o conteúdo de tais anúncios e o nosso conteúdo editorial é livre de qualquer influência comercial.
Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência. Ao navegar no mesmo, está a consentir a sua utilização. Caso pretenda saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade/Cookie.
21 Ano no ar ! On-line desde de 31 de julho de 1996 - Desenvolvido por FW2 Agência Digital