Aleitamento.com
AmamentaçãoMãe CangurúCriançasCuidado PaternoHumanização do PartoBancos de Leite Humano Espiritualidade & Saúde DireitosProteçãoPromoçãoILCA / IBCLCConteúdo ExclusivoTV AleitamentoGaleria AMNotíciasEventosSites e BlogsLivrariaCampanhas
 
Faça seu login e utilize ferramentas exclusivas. Se esqueceu a senha, acesse o "cadastre-se" e preencha com seu e-mail.

\ Proteção \ Criança \ Artigo

O CONSUMIDOR + INDEFESO

Por: Rosana De Divitiis

O Bebê é um consumidor ?

 

 

                                         

   

 

    Essa é uma boa pergunta para refletirmos de que maneira os bebês têm sido tratados na qualidade de consumidores, indefesos, que são. Sim, porque consomem passivamente aquilo que lhes é imposto, tão gentilmente, por seus cuidadores. São consumidores de fraldas descartáveis, de sabonetes, cremes para assadura, shampoos, talcos, lavandas, brinquedos, chupetas, mamadeiras, mordedores, lacinhos para o cabelo (que nem sempre possuem), chazinhos, papinhas, farináceos, e toda sorte de leites industrializados  e comercializados para a alimentação infantil. É claro que os pais ou cuidadores naturalmente pensam em comprar e proporcionar o melhor para os seus bebês e, esses produtos atraem pela beleza e praticidade que proporcionam.

 

No entanto, se os bebês pudessem escolher, será que optariam aos apelos desse consumo?

Será que não são alvos das propagandas das industrias?

Em se tratando de alimentos, qual seria o melhor, mais seguro, oportuno e adequado ao bebê na primeira infância?

 

Atualmente tem se falado muito em “segurança alimentar” e, sem dúvida, a segurança começa quando o bebê recebe de sua mãe o primeiro alimento. O leite humano é espécie-especifico, por isso é seguro. A amamentação é recomendada exclusivamente ao seio até o 6º mês e continuada após a introdução correta, apropriada, segura e oportuna de alimentos, até os dois anos ou mais. È fato que muitas mães em virtude de fatores sociais, culturais e físicos, em  menor escala,  não são bem sucedidas com a amamentação e  necessitam do apoio de sua comunidade, de seu empregador, companheiro, amigos e, principalmente de  profissionais de saúde qualificados para que, se desejarem, possam por  em prática o direito de amamentar.  Direito esse, que está diretamente associado ao direito do bebê em receber esse primeiro alimento, livre de contaminantes, corantes e outros ingredientes que possam afetar a sua saúde.

 

                           È para defender o consumidor infantil que o governo acabou de assinar uma Lei que regulamenta a fabricação e comercialização de alimentos para lactentes e crianças de primeira infância. Todos devem estar atentos às práticas de comércio existentes e que podem afetar as decisões dos pais e familiares. Por exemplo, você sabia que é proibido fazer propagandas e ofertas de  Fórmulas Infantis, bicos, chupetas e mamadeiras? Que os demais leites, aqueles de caixinha, quando são vendidos a preço reduzido devem ser acompanhados de uma frase de advertência. Tem muita coisa que o consumidor não sabe a respeito desses alimentos porque não é conveniente divulgar. Que as fórmulas não são estéreis e que algumas já foram apreendidas pela Vigilância Sanitária por causarem riscos á saúde dos bebês... Que as chupetas contêm substanciais tóxicas, cancerígenas até!

 

            E para concluir, nesse dia nacional do consumidor, é bom lembrar que os estudos mostram que  a desnutrição tem sido responsável, direta ou indiretamente, por 60% das 10,9 milhões de mortes anuais, no mundo todo, entre crianças abaixo dos cinco anos de idade e, que mais de 2/3 destas mortes, muitas vezes estão associadas às práticas alimentares inadequadas, e ocorrem no primeiro ano de vida. Esses são bebês consumidores que poderiam ter usufruído o direito de receber o melhor alimento na melhor embalagem.

 

 

Rosana De Divitiis é socióloga e coordenadora da

Rede Internacional em Defesa do Direito de Amamentar –

IBFAN Brasil

divitiis@terra.com.br

 

 

 

 MARKETING

é a técnica que transforma a sede

em necessidade de tomar coca-cola.

 

 


Última atualização: 26/7/2011

 

Curtir

Comentários


Essa é uma área colaborativa, por isso, não nos responsabilizamos pelo conteúdo. Leia nossa Política de Moderação.
Caso ocorra alguma irregularidade, mande-nos uma mensagem.

 

Depoimentos

Gostou do site? Ele te auxiliou em algum momento? Deixe seu depoimento, assine nosso livro de visitas! Clique aqui.

Quem Somos | Serviços | Como Apoiar | Parceiros | Cadastre-se | Política de Privacidade/Cookie/Moderação | Fale Conosco
O nosso portal possui anúncios de terceiros. Não controlamos o conteúdo de tais anúncios e o nosso conteúdo editorial é livre de qualquer influência comercial.
Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência. Ao navegar no mesmo, está a consentir a sua utilização. Caso pretenda saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade/Cookie.
24 Ano no ar ! On-line desde de 31 de julho de 1996 - Desenvolvido por FW2 Agência Digital